Dois dias antes de matar dois colegas de classe e ferir quatro utilizando a arma de fogo da mãe, o estudante responsável pelo atentado, na época com 14 anos, havia colhido o endereço de João Pedro Calembo, de 13, com o objetivo de assassiná-lo na residência dele. Uma folha de caderno com os dados pessoais da vítima, o primeiro a ser morto no atentado, foi encontrada dentro ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários