O caso de um homem de 35 anos que desapareceu durante um banho no Rio Araguaia, em Aruanã, Região Noroeste do Estado, nesta quinta-feira (11) chama a atenção para o risco do lazer na água e reforça a necessidade de cuidados para evitar acidentes. Em 2018, de acordo com o Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO), o manancial teve 12 registros de iminência de afogamento, que...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários