A declaração de suspeição do juiz da 3ª Vara de Crimes Dolosos Contra a Vida e Júri Popular Jesseir Coelho de Alcântara coloca um impasse no julgamento dos acusados de matar o radialista Valério Luiz. O magistrado informou motivação íntima para recusar continuar no caso e seu substituto automático, titular da 3ª Vara, Antônio Fernandes de Oliveira também já se recusou a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários