A última vistoria realizada no apartamento em que uma família brasileira morreu em Santiago, no Chile, foi feita há 15 anos. Nesta quarta-feira, 22, quatro adultos e dois adolescentes que passavam férias na capital chilena foram encontrados mortos dentro do imóvel no centro de Santiago. Autoridades suspeitam de que houve inalação de monóxido de carbono. Um selo vermel...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários