Uma festa clandestina com mais de 300 pessoas foi encerrada em Aparecida de Goiânia na madrugada de sábado para domingo (6). O evento era realizado em uma chácara no Jardim dos Buritis e os agentes flagraram e multaram 153 pessoas pelo não uso da máscara facial. O proprietário do espaço também foi multado em R$ 40 mil por irregularidades e por promover aglomerações.

Além deste evento, outras 7 festas foram encerradas, 4 caixas de som mecânico e 8 carros com som automotivo foram apreendidos. A força-tarefa de fiscalização do município fiscalizou 67 estabelecimentos entre bares, restaurantes e distribuidoras, 4 deles foram interditados por falta de documentação para funcionamento e outras 39 pessoas foram multadas em R$ 111 pelo não uso de máscara.

De acordo com a fiscalização, os carros com som automotivo e as caixas de som mecânico apreendidos foram encaminhados para o pátio da Secretaria de Meio Ambiente (Semma). Os proprietários para reaverem os bens precisarão pagar multa e assinar termos de liberação. 

A fiscalização orienta que irregularidade ou descumprimento das regras sanitárias devem ser denunciados pelos números: 3545-5992 ou 153; além do 3238-7216 ou 98459-1661 para perturbação do sossego público. 

Balanço

Entre os dias 3 a 5 de junho, a força-tarefa da fiscalização em Aparecida de Goiânia fiscalizou 177 locais, sendo que 9 foram interditados, mais de 300 pessoas foram multadas pelo não uso de máscara facial. As equipes também encerram 24 festas clandestinas e apreenderam 16 carros com som automotivo e 12 caixas de som mecânico.