A dose de reforço contra a Covid1-9 começou a ser aplicada, nesta quarta-feira (1º), em pessoas acima de 60 anos que residem em sete instituições de longa permanência, em Aparecida de Goiânia. Coordenadora de Imunização do município, Renata Cordeiro, explica que serão 300 doses disponibilizadas e a ação tem como objetivo aumentar os índices de proteção desse grupo.

>> Receba gratuitamente em seu whatsapp notícias de Goiás sobre vacinação, Covid-19, decretos e outras informações relevantes. Clique. <<

Ela explica ainda que seguindo uma nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde (MS) a aplicação do reforço poderá ser diferente do imunizante aplicado na primeira e na segunda vez. “A recomendação é que sejam utilizadas vacinas de vetor viral ou com RNA Mensageiro podendo diferenciar em três laboratórios.”

Já a população acima de 70 anos deve começar a ser imunizada no dia 15 de setembro, em oito postos que já aplicam a segunda dose. A SMS estima que mais de 20 mil pessoas nesta faixa etária já receberam as duas doses ou a dose única estando assim aptas para receber a dose de reforço. No entanto, Renata esclarece que é necessário um intervalo de seis meses entre a segunda dose e a aplicação do reforço.

Os imunossuprimidos, aproximadamente duas mil pessoas, também devem começar a receber o reforço a partir do dia 15 de setembro. A vacina será ofertada em oito postos e o intervalo para a aplicação do reforço deve ser de 28 dias da última dose independente da vacina aplicada.