Uma redução de quase metade da vazão do Rio Caldas, responsável por 20% do abastecimento de Anápolis, gerou a falta de água em 47 bairros da cidade. De acordo com a assessoria da Saneago, normalmente o volume disponível para a companhia é de 170 litros por segundo (l/s). Mas após a crise, que teve início há cerca de uma semana, a vazão máxima fornecida passou para ape...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários