A Polícia Civil (PC) ouviu nesta terça-feira (12) duas testemunhas do caso do técnico de ar-condicionado, Mateus Batista Rodrigues, de 22 anos, baleado pelo guarda civil Rodrigo Fernandes, de 33 anos, no Jardim Novo, em Goiânia no último dia 6. De acordo com a delegada Simelle Lemes Santana, uma das testemunhas é um amigo e vizinho do guarda civil, que também es...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários