Um erro de comunicação levou o professor africano Emmanuel Akomanyi, de 29 anos, a vir parar em Goiânia quando seu destino final era a Guiana Francesa. O educador conta que a confusão aconteceu no aeroporto de São Paulo, quando ele comprou a passagem em uma agência de turismo.

Segundo Emmanuel, ele pediu uma passagem para Guiana Francesa, mas o atendente entendeu errado e acabou vendendo uma passagem para Goiânia. O erro só foi descoberto quando o professor mostrou o endereço da universidade no país vizinho para uma taxista no aeroporto da capital goiana.

O professor, que ganhou uma bolsa de estudo para cursar medicina em Guiana Francesa, economizou durante dois anos e agora não tem dinheiro para continuar sua viagem. Uma dona de casa ao saber da situação de Emmanuel o acolheu em sua residência e agora promove uma campanha para arrecadar o valor da passagem.

Em nota, a agência de turismo responsável pela venda da passagem afirmou que todos os seus funcionários falam inglês e que Emmanuel pediu uma passagem para Goiânia e não à Guiana  Francesa.