Neste ano, até setembro, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO), 11 crianças morreram afogadas em piscinas, rios e lagos de Goiás. Entre janeiro e setembro de 2018 ocorreram 6 casos do tipo. Um destes registros, no entanto, se refere a cadáver encontrado em meio líquido e não é possível saber se o mesmo perdeu a vida antes ou depois de en...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários