A Associação dos Filhos do Pai Eterno e Perpétuo Socorro (Afipe) entrou na Justiça em 2017 contra a prefeitura de Cocalinho (MT) para tentar suspender a cobrança do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) pela compra de duas fazendas pelo valor, juntas, de R$ 11,5 milhões. Alegando ser uma instituição religiosa filantrópica sem fins lucrativos e prometendo tr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários