A Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), presidida pelo padre Robson de Oliveira Pereira, comprou pelo menos R$ 30,4 milhões em lotes, terrenos e fazendas ligados a políticos de Trindade entre 2014 e 2016. Parte destes negócios é investigada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) sob a s...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários