Uma adolescente de 17 anos e com documentos falsos foi impedida de entrar na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia neste domingo (12). Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), a jovem contou que pagou R$ 600 pela falsificação. De acordo com a pasta, após uma denúncia anônima, os agentes plantonistas aumentaram o rigor na identi...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários