Para acirrar ainda mais o contexto de déficit de professores efetivos atuando na rede estadual de ensino em Goiás, as previsões futuras não são nada boas, caso um concurso público para repor não seja realizado. Um estudo feito pelo superintendente de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Giordani Lima, estima que 3.843 professores e 351 servidore...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários