A Polícia Civil indiciou 13 servidores do Centro de Internação Provisória (CIP) por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, no incêndio do dia 25 de maio em que morreram 10 adolescentes infratores, que estavam em um alojamento no local. Segundo o delegado, entre os indiciados estão a coordenadora, os socioeducadores e agentes de segurança. A investigação a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários