É falsa a informação de que criminosos disfarçados de agentes de saúde estariam usando veículos brancos e invadindo casas para roubar sob a justificativa que estão fazendo prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) na região metropolitana de Goiânia.

Boatos com esse conteúdo estão se espalhando nas redes sociais e aplicativos de comunicação em áudios, mas a Polícia Militar (PM) não registrou nenhuma ocorrência de assaltos em domicílios praticados por pessoas que se passam por profissionais de saúde.

O Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems) orienta que os agentes comunitários de saúde não devem entrar no interior da residência para evitar o contágio do novo coronavírus e precisam manter uma distância de dois metros do morador da casa atendido. Esses profissionais são responsáveis por fazer o monitoramento da saúde da família em domicílio ou por telefone.

Em um dos áudios com os boatos, uma voz feminina diz que os ladrões estão fazendo arrastão nos bairros Garavelo e Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia. “O pessoal está de comboio com van branca, lotada de assaltante. Bate na casa, fala que é do ministério da Saúde, da Anvisa, que veio fazer teste de coronavírus. A pessoa abre a porta e eles levam tudo: carro, moto, compras, eletrodomésticos”, diz trecho do áudio compartilhado nas redes.

Já em outro áudio, uma voz também feminina apresenta uma versão um pouco diferente. Os assaltantes estariam em uma Kombi e forneceriam álcool em gel para roubar a residência.

Em um terceiro áudio, uma mulher diz que os assaltantes fizeram vítimas nos bairros Cidade Livre e Independência, em Aparecida de Goiânia. Eles usariam jaleco branco e falariam que vão fazer teste do coronavírus.