Uma gestante afirma que teve a casa apedrejada, em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, após um áudio circular no município com um boato de que ela estava com o novo coronavírus. O caso foi registrado na delegacia.

No áudio, uma mulher conta que o irmão da vítima de 41 anos voltou da Itália e estava diagnosticado com o vírus. Depois ele teria visitado e passado a doença para a irmã. O homem alega que viajou para o Paraná a trabalho e não para a Itália.

Na semana passada, após procurar um hospital com sintomas de gripe a gestante foi levada ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, com sintomas do novo coronavírus, mas o resultado para a doença foi negativo. Ao retornar, a casa foi apedrejada e a mulher acionou a Polícia Militar (PM), mas os suspeitos não foram localizados.