Em Goiás, embora um mercado ainda incipiente, existem locais que são gay/love friendly, termo utilizado para denominar estabelecimentos receptivos à comunidade LGBTQ+ (LGBT representa lésbicas, gay, bissexuais, travestis e transsexuais; Q+ refere-se a queer, que engloba todas as orientações e identidades, mas foi considerado ofensivo por alguns que preferem “questionando”)...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários