A 7ª edição do feirão Classi, que começa nesta sexta-feira (18) e vai até o próximo domingo, no estacionamento do Grupo Jaime Câmara (GJC), ofertará 370 veículos seminovos com taxas a partir de 0,65% ao mês e a primeira parcela para pagamento somente em 2020. Um dos principais eventos de comercialização de veículos do mercado goianiense, desta vez reunirá 14 empresas do segmento e uma instituição financeira para agilizar a aprovação de crédito.

Na última edição do feirão, foram comercializados mais de 120 veículos. O gerente comercial do Classi, Jobson de Castro, ressalta que esta é a primeira vez que o evento anuncia uma taxa a partir de 0,65% ao mês. Ele lembra que o feirão é uma oportunidade para o consumidor escolher um carro com muito mais conforto e comodidade. Isso porque o evento conta com estacionamento gratuito, segurança e até um espaço de convivência para os visitantes. 

“O banco que participa do evento também se esforça para aprovar o crédito do comprador na hora, com a possibilidade de embutir as despesas com transferência, despachante e até seguro no financiamento, o que facilita a compra”, ressalta Jobson. As novidades do Feirão Classi serão divulgadas nos jornais O POPULAR e Daqui, no Especial Classi, publicado hoje, e no perfil @classibr no Instagram. O gerente do Classi informa que esta deve ser a última edição realizada no estacionamento do GJC este ano. Outras edições ainda podem ocorrer em 2019, mas em outros locais.

As empresas participantes sempre contabilizam bons negócios. Anelita Moura, proprietária da Moura Veículos, participou de todas as edições do Feirão Classi, sempre com excelentes resultados. No último evento, ela vendeu 11 carros, que equivalem à venda de uma quinzena na loja. Desta vez, Anelita trará 33 carros. “No dia a dia do mercado, a aprovação de crédito pelos bancos não é tão boa quanto no feirão”, ressalta.

O proprietário da RC Automóveis, Roni Alves, lembra que participa de todas as edições do evento há cerca de 1,5 ano, sempre com bons resultados. Ele conta que vendeu 15 automóveis na última edição, volume que costuma comercializar em um mês e meio. Desta vez, a revenda trará 25 veículos. “Temos desde carros mais populares, a partir de R$ 9 mil, até os de categoria premium, que custam mais de R$ 100 mil”, informa. Alguns terão até pagamento parcelado no cartão.

Bruna Fernandes, gerente da Conectcar, informa que a empresa já participou que todas as edições do feirão e, no último evento, contabilizou 19 carros vendidos. “Agora, levaremos 30 unidades, de veículos populares aos de luxo, que serão vendidos com até zero de entrada e financiamento em até 60 meses