ARQUIVOS
Arquivos de Julho, 2013

(Planet Pop)

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

(Planet Pop)

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

(Planet Pop)

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Ali está ela, a folha rendilhada de avenca. O que Antônia não poderia supor é que uma folha de avenca poderia durar tanto. Mas para sua surpresa ela está intácta, entre as folhas amarelas do Pollyanna, livro que leu nos rumores da juventude, para trabalho escolar. Já se foram quase 50 anos e a folha ali está inteirinha em sua capacidade de evocação. Embora desidratada completamente, como desidratado está seu coração. Desidratado, mas não morto, em sua capacidade de pulsar pela vida. Pela vida que passou, que fique bem claro.

Aliás, aquela folha não só marcou um momento de pungentes eflúvios juvenis. Ela fez os velhos sentimentos se agigantarem e virem de um passado remoto para um presente sem grandes esperanças. Como se aquele tempo entre os velhos guardados fosse de fermento e depuração. É o que Antônia percebe nessa hora tardia da vida. O que sua existência poderia ter sido está ali entre as velhas lembranças, entre as folhas amarelecidas daquele livro ingênuo, como ingênua tem de ser toda juventude, digna desse nome.

A folha rendada instalou-se no livro no final do ano da primeira série ginasial. Hoje talvez corresponda à quinta série. Entre a escola e a casa, aquele mocinho tímido, de olhos sonhadores, retirou uma folha de uma avenca incrustada no muro de pedras e lhe entregou com gestos românticos. O moço falou que a folha representava a amizade entre os dois, que nuca haveria de morrer.

Antônia entendeu a mensagem. Uma declaração de amor. A folha queria dizer, ou melhor, ele queria dizer com aquela folha rendada: eu te amo. Isso, simplesmente. Tudo isso ou nada mais que isso. Mas estava na cara que ele era tímido.

Dizem que os homens tímidos é que dão bons maridos. Antônia se pegou pensando nisso. Mas se censurou. Como ainda tão nova, e no primeiro impulso de paixão, já poderia estar pensando lá na frente, em marido? Ela não queria parecer interesseira. Nem a sim mesma.

Ao receber as rendinhas de folha, Antônia segurou sua mão, com um tremor juvenil. E o menino arriscou, sem jeito, a roçar os lábios nos lábios dela. Foi o primeiro beijo, por assim dizer, de sua vida. Ao cair da noite, quando a meninada saiu pra rua a brincar de pique esconde, ou Bacondê dê lê lê, como diz meu amigo Hélverton Baiano, os dois, por uma combinação, não deles, mas do coração, se encontraram na esquina e trocaram diretamente as primeiras juras. No segundo dia, furaram o dedo com alfinete e trocaram sangue em sinal de um amor sem fim.

Mas o menino sumiu de repente, com a família, porque seu pai fez um crime horroroso na cidade e fugiram sem deixar pistas. Para Antônia ficaram as juras interrompidas. Ficou a certeza, agora sabe, de que a vida poderia ter sido outra. Porque aquele que foi o seu marido, e agora a deixou numa viuvez miserável, sempre a maltratou com trabalhos infrutíferos, indiferença e menosprezo. Nunca lhe entregou folhas de avenca, nem furou o dedo para trocar juras de sangue.

Ali está ela. Ela e a folha de avenca a lhe devolver o mundo antigo. E as suposições douradas de tudo o que poderia ter sido.

– Mas que diabo, exclama Antônia, como era mesmo, o nome dele?

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

ÁRIES

Amor: para ser feliz, uma condição é explícita: não permita que interfiram em sua vida. Trabalho; terá facilidade para se relacionar com todos e seus esforços lhe trarão sucesso. Se está com a cabeça cheia de ideias, coloque-as em prática agora. Expansão e crescimento.

 

TOURO

Elemento: terra. Modalidade: fixo. Signo complementar: Escorpião. Regente; Vênus. Aposte em seu poder de argumentação e em sua eficiência para obter resultados na vida profissional. Tenha confiança em você. Invista em sua carreira. Dia de perceber detalhes na profissão.

 

GÊMEOS

Elemento: ar. Modalidade; mutável. Signo complementar: Sagitário. Regente: Mercúrio. Trabalhe sem parar e conseguirá o progresso. Bem estar interior, docilidade e alegria no comportamento. Haverá facilidade na vida cotidiana, por causa de sua simpatia. Número: 4.

 

CÂNCER

Você terá sucesso em seu trabalho, se seus objetivos forem determinados. Resolução de problemas afetivos; paciência e compreensão. Favorável para investimentos ou compras e vendas de grande porte. Bom momento no campo sentimental. Cor: verde-claro. Número: 7.

LEÃO

A semana continua favorável no amor e será marcada por uma vida social intensa. Celebre o momento. No trabalho, o momento é adequado para mostrar suas habilidades. Você receberá um convite profissional. O elemento fogo é forte em seu mapa astral. Cor: rosa. Número: 10.

 

VIRGEM

Se o entusiasmo por um desejo está dominando o seu pensamento, nada mais emocionante do que caminhar nessa direção. É tempo de pavimentar a estrada que o leva à realização das suas potências. O sucesso nos assuntos do coração só vai depender de você. Número: 13.

 

LIBRA

Nesta semana, sua sensibilidade estará alta e você poderá se enganar. No entanto, sua intuição continua afiadíssima e tudo é uma questão de o quanto você realmente se conhece. Desenvolva talentos artísticos. Coloque seus planos em prática e as finanças melhorarão.

 

ESCORPIÃO

Neste período você se sentirá muito mais tranquilo e bem menos ansioso . Se você puder, um jantar especial lhe fará muito bem, para revigorar o corpo e a alma. Pode dormir um pouco mais tarde, pois as vibrações noturnas lhe serão mais favoráveis. Número: 16.

SAGITÁRIO

Algo que esperava está perto de acontecer. No plano familiar, boas notícias vindas de muito longe trarão um enorme bem estar para você. Vida social intensa. Poderá conhecer pessoas muito importantes. O setor de trabalho está favorecido. Grande capacidade de inventar.

 

CAPRICÓRNIO

Novas chances no trabalho vão tornar a semana produtiva. Você está sendo bem visto por seus chefes e, se mostrar competência, será promovido. Cuidado! Não se envolva emocionalmente com alguém do seu ambiente profissional. Cor: verde claro. Número: 19.

 

AQUÁRIO

Elemento: ar. Modalidade: fixo. Signo complementar: Leão. Regente; Urano. Se você procura um sócio ou algum colaborador para qualquer setor, há de encontrar uma à sua altura. O período também está ajudando a descomplicar a sua vida profissional. Número: 22.

 

PEIXES

Trabalho: enfrente os desafios com astúcia, humor e irreverência. Mantenha os pés no chão e seja o seu próprio mestre, agindo com energia. Amor: período de decisão na vida amorosa. O desejo de dar e receber vai falar mais alto. Havendo discordância, conversem.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Malhação

Sal se preocupa com Luana. Fatinha e Bruno se entendem. Rita e Ju organizam a festa de despedida de solteira de Fatinha. Lia e Vitor estranham o sumiço de Luana. Robson inicia o leilão de formatura. Peçanha revela a Sal que é cúmplice de Alemão. No leilão, Bruno disputa com Pilha a doação de Fatinha. Sal entrega a Bíblia dada por Alemão para Vitor, que estranha seu comportamento. Lia fica decepcionada com o encontro de Vitor e Sal. Lia e Tatá acreditam que Sal tenha enviado uma mensagem codificada na Bíblia.

 

Flor do Caribe

Samuca liga para Ester e avisa que está no barco com Alberto. Ester entende que o filho corre perigo estando sozinho com Alberto e resolve dizer em seu depoimento à polícia que não reconhece as joias. Isabel marca um encontro com Ester. Dionísio despede Doralice, depois de acusá-la pelo roubo de seu relógio. Veridiana permite que Lino viaje com Carol para o Rio de Janeiro. Ester fica surpresa ao entrar na república dos tenentes.

 

Sangue Bom

Bárbara tenta se explicar para Natan. Fabinho orienta Malu a salvar o vídeo com as confissões. Malu pede que Kevin transfira o arquivo da câmera para seu computador. Malu revela à mãe que gravou todas as suas confissões. Plínio fica arrasado com o vídeo de Bárbara e Malu pede que o pai converse com Fabinho. Bárbara acusa os filhos de terem chamado Natan à sua casa. Fabinho ameaça Amora para que ela se case com ele.

 

Amor à Vida

Ninho discute com Bruno e Paulinha diz que não gosta mais dele. Atílio é examinado por uma junta médica e se surpreende com o acidente que sofreu. Márcia reclama de Valdirene. Pilar entra na sala de César no momento em que Aline está seduzindo o médico. Thales se emociona com Nicole. Patrícia se declara para Michel, mas ele a esnoba. Félix conta para Edith que teme o que Atílio possa falar para seu pai. Jonathan ouve a conversa.

 

Carrossel

Alberto fica surpreso e feliz por Jorge adotar um cão abandonado ao invés de comprar um filhote de raça. A diretora Olívia volta atrás e comunica que Firmino voltará a trabalhar na escola. Mário encontra Jorge, que o apresenta Maria Antonieta. Rabito fica interessado na cachorra do riquinho. Feliz, Firmino volta ao colégio e agradece todos que protestaram a seu favor. Alberto pede para que Jorge convide Mário para brincar.

 

Dona Xepa

Miro dá início à palestra. Xepa fica envergonhada ao se apresentar na faculdade de Édison. Dafne aproveita a presença do olheiro e se exibe para todos no campo de futebol da vila. Rosália liga para Yasmin e tenta saber de François. Miro fica constrangido depois da exibição do vídeo de Xepa. Rosália fica nervosa ao receber uma carta registrada destinada a seu pai.

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários

Alex Francisco

São Paulo/ Folhapress
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários