O Ministério Público de Contas do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO) expediu recomendação ontem à Câmara de Goiânia para suspender a tramitação do projeto que cria cargos comissionados na Casa. O procurador de Contas Fabrício Motta alega que “os excessos, seja por violarem a moralidade, razoabilidade ou outro valor albergado noregime jurídico administrati...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários