A prioridade ao diagnóstico do Estado e a espera pela definição da reforma administrativa são argumentos utilizados pelo grupo do governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), para justificar a indefinição do secretariado do próximo governo. Entre 13 governadores eleitos no País no primeiro turno, há mais de um mês, apenas 2 não fizeram qualquer anúncio relacionado à e...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários