Apesar de o autor do projeto, vereador Lucas Kitão (PSL), querer celeridade na tramitação do projeto para que ele possa valer ainda em 2018, o titular da Secretaria de Finanças (Sefin), Alessandro Melo, afirma que a proposta não terá aplicabilidade prática mesmo que seja aprovada na Casa. Isso porque o IPTU referente a este ano já foi lançado.“O fato gerador de 2018 foi...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários