Em nova denúncia da Operação Decantação, que investiga esquemas de corrupção na estatal goiana Saneago, o Ministério Público Federal (MPF-GO) aponta envolvimento de 38 pessoas e pede a prisão preventiva de quatro: o ex-presidente da estatal José Taveira, hoje no comando da Fundação de Previdência Complementar do Estado de Goiás (Prevcom-GO); os ex-diretores Robson Salazar ...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários