A juíza Gabriela Hardt, da Operação Lava Jato, autorizou que R$ 46.405.971,07 bloqueados de contas de cinco delatores da Odebrecht, no Meinl Bank, em Antígua, sejam repatriados. Na decisão, a magistrada afirma que as nove contas "movimentaram saldos de propinas". Serão repatriados US$ 11.690.985,85 (R$ 45.684.865,41) e também 162.858,68 euros (R$ 721.105,66). O valo...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários