O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou na noite desta quarta-feira, 10, que dispensa votos de quem pratica "violência" contra opositores. A declaração do candidato se dá em meio a casos de violência causados por desavenças políticas - no domingo, o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, foi assassinado a...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários