Marianna Dias não interrompeu seu sotaque soteropolitano em nenhum momento, nem mesmo para atender às insistentes ligações em seu iPhone, enquanto dizia que o movimento estudantil secundarista ganhou força após as ocupações das escolas em 2016.Sentada numa banqueta no meio de uma sala bastante movimentada, a estudante de Pedagogia dizia que os estudantes brasileiro...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários