Embora ainda tímidas, algumas notícias produzidas por diferentes setores da economia dão esperança de tempos menos austeros. É o caso da abertura de vagas de emprego, especialmente no setor do comércio, em Goiânia. O Sine da capital já vem registrando um crescimento importante da oferta, conforme reportagem veiculada na edição de hoje. O serviço tem a expectativa de fechar o mês com três vezes mais vagas de emprego que o mesmo período do ano passado. Os sinais de recuperação ainda são tênues e devem ser avaliados com cautela, mas já apontam para um horizonte mais otimista. O índice de efetivação de funcionários temporários, contratados para o período de fim de ano, é mais um indício. O Sindicato dos Empregados no Comércio do Estado de Goiás afirma que mais de 8,7 mil pessoas foram contratadas após o encerramento das festas. Com a possibilidade de abertura de mais vagas, parte-se agora para um desafio crônico no Brasil, que impede o desenvolvimento profissional de trabalhadores e limita o crescimento das empresas: a falta de qualificação profissional. O próprio Sine Goiânia aponta que o mercado está mais exigente, o que torna fundamental a oferta de cursos e a disposição dos candidatos para a qualificação.