A jovem Olívia David, 17 anos, que já conquistou o primeiro lugar em uma de suas aprovações e que ainda aguarda outros resultados, é o grande exemplo citado pela professora Fernanda Faria - responsável pelo desenvolvimento do método exclusivo aplicado na escola de redação Maiê, localizada no setor Bueno, na capital.

Desde o segundo ano do ensino médio, a estudante está matriculada na escola em busca do aperfeiçoamento na escrita, trabalho esse que, de acordo com a professora, é “gradativo e contínuo”.

Aprovada 14 vezes em Medicina, a aluna alcançou a maturidade na produção textual, segundo a professora. A jovem, por meio da consciência textual, desenvolveu técnicas argumentativas e estruturais que facilitam no momento da realização da prova, reduzindo o tempo de construção do texto de modo a aumentar a produtividade na finalização das questões objetivas.

foto

Diferentemente das aulas em colégios tradicionais - em que o trabalho realizado é de levantamento de erros -, na Maiê, cujo nome é uma abreviação da palavra “maiêutica”, o professor, ao reformular os textos com o aluno, ensina como é possível alcançar a excelência na redação.

“Na Maiê, o aluno aprende o porquê de cada um dos erros apresentados no texto e descobre como aperfeiçoar sua redação, seja em relação aos aspectos estruturais, seja em relação aos aspectos semânticos. E mais importante que aprender por meio do erro, nosso aluno recebe um trabalho individual e personalizado, direcionado às provas de vestibulares por ele pretendidas, o que o deixa preparado para o trabalho com qualquer temática e/ou gênero textual”, explica.

Aulas personalizadas

O atendimento é direcionado conforme as necessidades de cada aluno. Por isso, semanalmente, os alunos têm direito a:  aulas individuais, aulas personalizadas e niveladas (para turmas reduzidas) e oficinas de humanidades e de inteligência emocional.

foto

Por meio dessa metodologia, o aluno da Maiê alcança o verdadeiro aprendizado, uma vez que, além de receber um acompanhamento individual e personalizado, a reformulação do texto por ele produzido ou dos textos produzidos pelos colegas possibilita o desenvolvimento da consciência textual e o permite compreender a estrutura (atrelada aos aspectos gramaticais) e a semântica, de modo aplicado ao texto. 

Além disso, a escola aplica simulados mensais de redação, aulas específicas de linguagens, de gramática e de interpretação textual. E ainda, são oferecidas, semanalmente, oficinas de outras áreas do conhecimento, como história, sociologia e geopolítica, as quais ajudam no trabalho intertextual, cobrado pelo Enem como repertório sociocultural.  

Na Maiê, os alunos têm autonomia para participar, direta e ativamente, da aula; trocam experiências textuais e aprendem a produzir textos com a consciência necessária ao domínio da Língua Portuguesa, o que vai além do vestibular. De acordo com a professora Fernanda, os alunos aprendem a escrever verdadeiramente e saem do curso dominando a Língua Portuguesa, com alta capacidade de argumentação e escrita.

Experiência

Duas vezes nota máxima em redação, a professora Fernanda Faria possui mais de 10 anos de experiência em produção e reformulação textual. Já contribuiu para a aprovação de centenas de alunos em diferentes cursos de graduação. Hoje, a escola conta com uma equipe de professores qualificados e experientes, responsável pelos excelentes resultados conquistados pelos alunos.

“É importante, para nós, que o aluno alcance a excelência. Para isso, a escola está sempre à disposição de cada um de nossos alunos, respeitando a individualidade e a necessidade de todos. Temos um espaço aberto, com contato direto entre professor e aluno,  a fim de construir uma relação multilateral e dinâmica e de transformar, assim, a redação em uma vantagem na hora da prova”, afirma.

A professora ressalta ainda a importância de o aluno se preparar para a prova de redação, tanto do Enem quanto de outros vestibulares, de forma específica e direcionada, desde o primeiro ano do Ensino Médio, já que a nota da redação é determinante para a aprovação.

Os horários de aulas na Maiê Escola de Redação são também personalizados, adaptados à rotina do estudante. Durante todos os dias, o aluno pode utilizar o espaço para estudar, para praticar e para tirar dúvidas com os professores.

Segundo a professora Fernanda, um dos grandes diferenciais da escola é, além do contato direto com a família, que representa um alicerce decisivo no processo, o fato de os alunos receberem o aparato necessário na jornada do pré-vestibular, tanto intelectual como emocional.

Serviço

Maiê Escola de Redação

Endereço: T-53, número 1392, Setor Bueno

Contato para entrevista:  (62) 98164-7478

Ig: instagram.com/maie_escola_de_redacao