A penúltima etapa do Campeonato Mundial de Motocross será realizada neste fim de semana, dias 6 e 7, em Trindade. O Brasil contará com nove representantes, de quatro Estados: Paraná, São Paulo, Goiás e Pará, divididos nas categorias MXGP, para motos 450cc, e MX2, para motos 250cc. Três pilotos goianos participarão da prova. O evento tem a corealização do Governo de Goiás e da Secretaria da Indústria e Comércio (SIC).

A MXGP, principal do evento, terá as presenças do goiano Wellington Garcia e do paranaense Jean Ramos, que acumulam participações em outras provas da competição. “Vai ser uma emoção muito grande disputar o Mundial de Motocross na minha terra. O que mais gosto é correr em casa. Estou muito motivado e espero conseguir um ótimo resultado para a torcida”, afirma Wellington.

A pista de 1.590 metros de extensão, que vai receber os melhores pilotos do mundo, gera expectativa em Jean. “O tratamento da pista é diferente, é arenosa e exige mais do físico dos pilotos. Quero aproveitar ao máximo para pegar ritmo e testar algumas coisas novas na moto”, declara.

Na MX2, serão sete competidores canarinhos: Caio Lopes, Fábio Santos, Hector Assunção e Ismael Rojas, de São Paulo; Kioman Munhoz e Lucas Bottcher, de Goiás; e Leandro Davids Araújo, do Pará.

Melhor brasileiro (19ª colocação) da classe para motos 250cc no GP do Beto Carrero, etapa do Mundial ocorrida em março desde ano, o paulista Hector espera repetir o desempenho. “Vou tentar ser o melhor brasileiro. Esse é o meu objetivo, mas acima de tudo espero fazer uma boa prova, sem qualquer problema”, diz.

O Mundial em Trindade também será palco da estreia do jovem Kioman Munhoz, de 16 anos. O goiano disputará pela primeira vez a MX2 na competição. “Não vejo a hora de disputar o Mundial. Vou correr com os pilotos em quem me espelho. O que eu conquistar será lucro. Estou muito feliz e empolgado de participar da etapa”, completa o goiano.

Ingressos

As entradas estão à venda na internet e em diversos pontos físicos de Goiânia e região, em concessionárias Honda e Yamaha. Segundo a organização, ainda há ingressos para todos os setores, que custam de R$ 30 a R$ 300. Todas as informações estão no site oficial do evento. As informações são da Agência Goiana de Comunicação.