O Goiás Esporte Clube obteve bons resultados e medalhas no 41º Brasileiro de Tiro com Arco e 9º Brasileiro Paralímpico. Neste domingo (1º), o time goiano foi eficiente e garantiu quatro medalhas - dois ouros e duas pratas. No total, ganhou cinco medalhas, entre disputas individuais e coletivas - um bronze (equipes mistas, sexta-feira, com Marcelinho Roriz e Jane Karla), duas pratas (composto masculino por equipes, com Marcelinho Roriz, Andrey Muniz e Thiago Castro, e no individual geral feminino, com Jane Karla). A dupla conquista foi nas disputas do paralímpico, masculino e feminino, com Andrey Muniz e Jane Karla.

"Após nove anos, o tiro com arco goiano voltou ao pódio. Atirar com a camisa do Goiás (Esporte Clube) foi fantástico. Tivemos respaldo do clube, para os treinos e o torneio (no Estádio da Serrinha). Competir em casa, então, nem se fala... Foi fantástico", disse o arqueiro goiano Marcelinho Roriz, que ganhou bronze (equipe mista) e a prata (composto por equipe masculino).

Segundo Marcelinho, melhor ainda foi ter as finais no espaço aberto do Centro Cultural Oscar Niemeyer. "É um local icônico", frisou o arqueiro goiano. Para ratificar a importância do torneio, ele destacou outro fato - o torneio teve a supervisão da Agência Brasileira de Controle e Dopagem (ABCD), que fez sorteios e exames de surpresa nos atletas presentes no Campeonato Brasileiro. A goiana Jane Karla caiu no sorteio.