O comando da JBS, que já estava abalado por um pedido feito pelo BNDES de afastamento da família Batista, está agora ainda mais envolto em especulações com a prisão preventiva de Wesley Batista, que comanda a empresa desde 2011.   A empresa ainda não se pronunciou sobre qualquer alteração em seu cargo administrativo na manhã desta quarta-feira e disse ...
No mês de aniversário do O Popular, cadastre-se e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo do portal.
ou
Conheça todos os nossos planos de assinatura.
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários