O Ministério Público de Tóquio formalizou nesta sexta-feira (11) novas acusações contra o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn. Preso desde o último dia 19 de novembro por suspeita de fraude fiscal, o executivo brasileiro foi denunciado também por abuso de confiança agravada, o que aumenta a possibilidade de ele continuar encarcerado. A decisão dos investi...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários