O ex-deputado e ex-assessor especial do presidente Michel Temer (MDB), Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), vai deixar de ser monitorado por uma tornozeleira eletrônica. Ele foi preso em junho do ano passado depois de ser flagrado pela Polícia Federal (PF) recebendo uma mala de R$ 500 mil. Segundo delatores, o valor seria propina da empresa alimentícia JBS. Segundo de...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários