O pai de Maiani Silva Souza, de 21 anos, que foi baleada na cabeça no último dia 9 de setembro, no Jardim Helvécia, em Aparecida de Goiânia foi ouvido, na tarde desta quinta-feira (13), pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). Ele, que veio do Pará, afirmou que a filha estava sendo ameaçada e por isso fugiu do Pará com destino a Lucas de Rio Verde...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários