Até dia 5 de fevereiro, 825 servidores temporários que atuam em presídios goianos serão dispensados. A demissão dos vigilantes prisionais temporários (VPTs) atende decreto do atual governo, que decidiu não renovar os contratos dos funcionários que foram admitidos no ano passado, apesar do edital de contrato permitir a atuação por mais um ano. A Diretoria-Geral de Administraçã...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários