O jornalista Euvaldo de Póvoa Mendes, 75 anos, morreu no último sábado (9), em decorrência de uma parada cardiorrespiratória, no Hospital Santa Luzia, em Brasília (DF). O corpo de Euvaldo foi sepultado, no domingo (10), no cemitério Parque, em Goiânia.

Euvaldo era jornalista e advogado formado pela Universidade de Brasília (UnB), trabalhou no jornal O POPULAR na década de 1960 e também foi diplomata, oficial de chancelaria na capital federal.

O advogado era viúvo e deixou quatro filhos, três netos e um bisneto.