Depois que o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) ingressou com ação civil pública pedindo que o poder judiciário obrigue o Estado a pagar pelas gratuidades do sistema de transporte coletivo metropolitano, o governo estadual rebateu com a alegação de que, entre 2005 e este ano, arcou com pelo menos R$ 728,9 milhões para a rede. Os números se referem ao programa Pas...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários