O advogado de João de Deus, Alberto Toron, se reuniu agora à tarde com o juiz do Fórum de Abadiânia, Fernando Augusto de Rezende, para pedir que o médium continue exercendo as atividades na casa Dom Inácio de Loyola. Toron afirma que decidiu ir à audiência formal fazer o pedido mesmo sabendo que não há decisão judicial que impeça o cliente de realizar as atividades. Ainda ...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários