Cerca de  20 transexuais que vivem numa casa em Aparecida de Goiânia estão sendo ouvidos na manhã desta quinta-feira (9), na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT), em Goiânia. Eles fazem parte de um grupo de mais de 50 transexuais de Goiás, alvo da operação Fada Madrinha desencadeada nas primeiras horas do dia pela Polícia Federal, MPT e Ministério Público F...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários