Cidades

“O sistema não é bonito”, diz Newton Castilho

Superintendente Executivo de Administração Penitenciária defende que superlotação atinge todo o País, não só Goiás

Por que as vagas não acompanham o número de presos? Isso é questão de Brasil. Aumenta quase 10% ao ano a quantidade de apenados no Brasil. A atuação das polícias contribui muito para isso, que prendem muito. Criar vagas na mesma proporção não tem viabilidade financeira. É uma briga de rato e gato nesse contexto de produtividade operacional do sistema criminal e...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.