O governador Marconi Perillo (PSDB) protocolou interpelações e notificação na Justiça contra o site Wikipedia e as redes sociais Facebook e Twitter. Ao primeiro, o governador solicita a correção de informações sobre sua biografia. O site traz tópicos como recebimento de propina; corrupção; envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira; agressão; nepotismo e turma exclusiva para curso de direito.

Já sobre as redes sociais, o governador fez interpelação para que os sites forneçam a identidade dos autores de perfis que fazem ataques a ele. O advogado de Marconi, João Paulo Brzezinski, diz que a intenção é acionar judicialmente os responsáveis, daí os pedidos de dados.

O advogado afirma que o Wikipedia traz informações incorretas, como de indiciamento do governador no caso da Operação Monte Carlo e de processos que não existem. "São alusões que fogem da realidade. São erros elementares", diz. Ele afirma que a assessoria tentou a edição através do próprio site, que recebe informações de colaboradores, mas que mediadores não deram resposta nem fizeram mudanças no texto.

Brzezinski diz que foram anexados documentos que provam as informações incorretas. Se o Wikipedia não atender a notificação, o advogado afirma que o governador deve entrar com ação cominatória. "Estamos dando uma chance para que corrijam amigavelmente."

Questionado sobre as dificuldades de identificar os autores de perfis, o advogado disse que cabe à equipe primeiramente solicitar aos sites as informações, e que, após as respostas, vai avaliar o próximo passo.