Política

Prefeitura de Aparecida extingue 7 secretarias e exonera mais de 50% dos comissionados

A reforma representa uma economia de aproximadamente 2 milhões por ano aos cofres do município

Divulgação

Os vereadores de Aparecida de Goiânia aprovaram, por unanimidade, na manhã desta quarta-feira (11) o projeto de Lei Complementar 001/17 que institui a reforma administrativa, com extinção e fusão de secretarias, além de criação de três novas pastas.

A proposta de reforma é de autoria do atual prefeito Gustavo Mendanha (PMDB). As secretarias e autarquias extintas foram transformadas em superintendências ou secretarias executivas, como é o caso da comunicação social, a partir de agora será uma superintendência de jornalismo e mídia, e do PROCON, que passa a ser uma secretária executiva.

Com as mudanças, a prefeitura reduziu de 27 para 20 o número de pastas. Além disso, houve corte de mais de 50% dos cargos comissionados, passando de quase 4 mil para menos de 2 mil. Em valores, a reforma representa uma economia de aproximadamente 2 milhões por ano aos cofres do município.

Confira as mudanças da estrutura da Prefeitura de Aparecida de Goiânia:

Secretarias

Assistência Social 

Administração 

Transparência, Fiscalização e Controle - Antigo Controle Interno

Mobilidade e Defesa Social - Antiga Defesa Social e Guarda Civil

Desenvolvimento Urbano 

Educação e Cultura

Esporte, Lazer e Juventude 

Fazenda 

Governo

Desenvolvimento Econômico

Infraestrutura e Obras

Meio Ambiente

Procuradoria Geral do Município

Regulação Urbana

Saúde 

Trabalho, Emprego e Renda 

Ciência, Tecnologia e Inovação

Articulação Política

Chefe da Casa Civil

Autarquia

Instituto de Previdência de Aparecida 

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.