Giro

Câmara de Goiânia quer criar mais duas vagas de vereador para 2016

A Câmara de Goiânia apresentará neste ano o projeto para criar mais duas vagas de vereador para vigorar na eleição do próximo ano. A Casa tem 35 membros. A criação de mais duas vagas é permitida de acordo com o aumento da população e deve ser fixada por Lei Orgânica, como determina a Constituição Federal, respeitadas as finanças da Casa. “Vou encomendar estudo da Procuradoria da Câmara para basearmos o projeto de lei. Não haverá aumento de despesas do Legislativo porque a receita será a mesma, de acordo com o duodécimo. Haverá apenas a criação de mais dois gabinetes físicos”, diz o presidente da Câmara, Anselmo Pereira (PSDB). Nesta semana a Prefeitura deve enviar os projetos da reforma administrativa e da Lei de Parcelamento do Solo. Mas antes destes projetos tramitarem, a Casa precisará votar os vetos do prefeito Paulo Garcia (PT) a projetos aprovados pelos vereadores. Entre eles, o que institui cota parlamentar de R$ 1 milhão por ano no Orçamento da Prefeitura. “Estou trabalhando pessoalmente para derrubar este veto”, diz Pereira.

Pouco efeito -

“FHC teve, na Câmara Federal, 17 pedidos de impeachment. Dilma tem 19 e Lula teve 34.Lula terminou o mandato com 87% de aprovação.#Democracia” @marinasantanna

Ajuste fiscal

Os secretários Thiago Peixoto (Segplan) e Ana Carla Abrão (Sefaz) irão quarta-feira na Assembleia para entregarem, na Comissão de Finanças, o novo Orçamento do Estado deste ano.

Salários na mira

Ana Carla Abrão (Sefaz) tem dito para empresários goianos que um dos principais focos do governo no ajuste fiscal deste ano é impedir o crescimento da folha de pagamento dos servidores.

Novos cortes

A Secretaria da Saúde suspendeu novos convênios com municípios para o custeio da regionalização do atendimento que usam verbas do Fundo Estadual da Saúde. Motivo: ajuste fiscal.

Batata quente

Agora batizada de Celg Eletrobras, o governo estadual espera que seja também federalizado o ônus da falta de energia em Goiás.

Só arrecadar

A arrecadação de ICMS com energia tende a dobrar neste ano com os reajustes nas tarifas da Celg, que podem acumular aumento superior a 70% até outubro.

Sem chance

O senador Ronaldo Caiado descarta fusão do DEM com o PTB ou PMDB. “É impossível sermos da base da presidente Dilma. Não há como justificar, ainda mais depois de tudo que o DEM passou na oposição”, enfatiza.

Iris 2016

Sobre a aliança com o PMDB em Goiás, Caiado diz que é fato e que marchará numa campanha de Iris Rezende a prefeito de Goiânia. E o PT? “Não há espaço na chapa majoritária”, responde.

Cachimbo da paz

Embora ainda não voltaram à velha amizade, a relação entre o governador Marconi e o deputado Jovair Arantes (PTB) está mais pacífica, afirmam palacianos.

Novo negócio

A Iquego assina na terça-feira contrato com a chinesa HMD Biomedical para importar, por dois anos, aparelhos de medição de glicose que serão revendidos pela estatal goiana.

Produção local

“A partir do terceiro ano o aparelho será produzido na Iquego, com faturamento de R$ 200 milhões por ano”, prevê Andreia Vecci, presidente da estatal.

Não está fácil

A crise também chegou nos moteis de Aparecida e Goiânia: segundo pesquisa do Grupom, o movimento caiu em até 75% de janeiro para cá.

Sebastião Nogueira

Vida louca

Repare como a vida de quem precisa usar o transporte público de Goiânia não é fácil: além do aumento da passagem, ônibus cheios e atrasos, faltam abrigos para proteger o usuário do sol ou da chuva. Como neste ponto da Avenida T-7.

Pergunta para:

Hugo Goldfeld
Presidente da SGPA

A SGPA enfrenta uma grave crise financeira?

A SGPA não se sustenta como era administrada, pois correria risco de se tornar um Jóquei Clube. Assumimos a entidade com R$ 3,6 milhões em dívidas e não há receitas para cobrir de imediato. Temos apenas três festas no ano. Ou seja, usamos pouco mais de 30 dos 365 dias no ano para gerarmos receitas. Temos trabalhado no fluxo de caixa e na renegociação das contas. Queremos também explorar comercialmente o Parque de Exposições de Goiânia, alugando o espaço para outros eventos.

Arremate:

Ensino – A secretária Raquel Teixeira (Educação) disse para a Fundação Tiradentes que a futura Faculdade da PM deve funcionar no Colégio Militar do Setor Oeste.

Burocracia – Por decreto, a Prefeitura tem de criar até maio a central de atendimento para reduzir em 70% o tempo da aprovação de projetos de edificação em Goiânia.

Nos EUA - Fernando Navarrete (CelgPar) e Elie Chidiac (Celg Eletrobrás) participam nesta semana de seminário sobre segurança e eficiência energética a convite da agência de comércio exterior dos EUA.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.