Versão Flip

 

Copa São Paulo

Goiás perde decisão e é vice-campeão

Paula Parreira - De São Paulo 25 de janeiro de 2013 (sexta-feira)
Ricardo Rafael
Futebol
Os meninos da Vila começaram o jogo sufocando o Verdinho.

O Goiás não resistiu ao time do Santos no Pacaembu, em São Paulo, e perdeu, na manhã desta sexta-feira (25), a decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, à qual chegou pela primeira vez na história. A garotada alviverde foi derrotada pelo alvinegro por 3 a 1, mas, ainda assim, conseguiram a melhor campanha da história do clube na competição.

No estádio repleto de torcedores alvinegros, a torcida esmeraldina marcou presença com cerca de 200 pessoas. Mas não comemorou o inédito título. Ainda nesta sexta-feira, o Goiás volta para Goiânia, de ônibus, e chega neste sábado (26) de manhã.

O Santos foi bicampeão - conquistou o título em 1984 - sob os olhares de Neymar, grande ídolo da torcida atualmente, que deve entregar a premiação aos jogadores no Pacaembu.

O Goiás caiu diante de um adversário que o envolveu na decisão. A primeira etapa foi completamente dominada pelo Santos. O Goiás se defendeu na maior parte do tempo e, nas poucas finalizações que conseguiu, chutou fraco e fácil para a defesa. Depois de exigir defesas de Paulinho, o alvinegro chegou ao gol aos 35 minutos, de pênalti, com Paulo Castro.

Dois minutos depois, o Santos ampliou com gol de Neilton, grande destaque do Santos na Copa São Paulo. Aos 37, ele marcou da direita da área, livre, chutando na saída de Paulinho. 2 a 0.

No início do segundo tempo, o Goiás teve a chance de equilibrar a partida. Logo aos 3 minutos, conseguiu diminuir a diferença. Artur, que acabara de entrar, fez um gol de chute cruzado da direita da área. 2 a 1.

Cinco minutos depois, a grande oportunidade de fazer frente ao Santos veio. O alviverde sofreu pênalti, mas Liniker perdeu a chance de empatar chutando a bola à direita do gol de Gabriel Gasparotto.

E então foi a vez de o Santos não desperdiçar. Aos 17, Giva tabelou com Neilton na direita e, na finalização de chute cruzado, colocou a bola no canto direito do goleiro santista. 3 a 1. A partida passou a ficar lá e cá. Paulinho salvou de um lado, Gabriel Gasparotto de outro.

Após os 26 minutos, o jogo caiu em emoção. Aos 44, Péricles, do Goiás ainda foi expulso. A torcida do Santos já comemorava o título.


FICHA TÉCNICA

3
SANTOS: Gabriel Gasparotto; Alison, Walace, Jubal e Emerson; Lucas Otávio, Leandrinho, Pedro Castro e Léo Cittadini (Paulo Ricardo); Neilton (Lucas Crispim) e Giva (Diego Cardoso). Técnico: Claudinei Oliveira.

1
GOIÁS: Paulinho; Péricles, Allef (Arthur), Felipe e Mário Sérgio; Rodrigo, Túlio, Jarlan (Murilo) e Liniker; Eric e Paulo (Caio). Técnico: Augusto César.

Local: Estádio Pacaembu (São Paulo). Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (SP). Assistentes: Fabrício Porfírio Moura e Marcos Rodrigues Monteiro. Público: 22.400 pagantes. Renda: R$ 266.125,00. Gols: Pedro Castro, aos 35, e Neilton, aos 37 minutos do primeiro tempo. Arthur, aos 3, e Giva, aos 17 minutos do segundo tempo. Expulsão: Péricles.

1.267672

Exótico

Avião de 32 metros e 35 toneladas faz parte da decoração de propriedade próxima a Urutaí

Copyright © 2001-2014, J. Câmara e Irmãos S/A. Todos os direitos reservados.