Esporte

Goiás inicia 2º turno com empate com o Figueirense, fora de casa

Fernando Remor/Mafalda Press / Estadão Conteúdo

O Goiás até namorou uma vitória fora de casa, mas voltou a vacilar e cedeu empate ao Figueirense, 1 a 1, na noite deste sábado (12), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Em busca de uma reação na Série B do Campeonato Brasileiro, o time esmeraldino começa a caminhada do 2º turno patinando e perde uma posição na tabela. Foi ultrapassado pelo Paysandu e caiu para 15ª colocação.

A próxima chance para se reabilitar no campeonato será na sexta-feira (18), às 21h30, no Estádio Olímpico. O duelo é contra o líder América-MG, do técnico Enderson Moreira.

O Goiás teve chance de voltar a sorrir na Série B. Esteve com a vitória nas mãos por alguns minutos, mas vacilou cometendo um pênalti bobo e permitiu o empate dos mandantes.

Com uma formação mais cautelosa, o time esmeraldino foi superior ao Figueirense, mesmo em Florianópolis, durante boa parte do primeiro tempo.

Não demorou muito para o Goiás abrir o placar após o intervalo. Aos 12 minutos, o volante Victor Bolt acertou belo lançamento para Carlos Eduardo, a defesa do Figueirense cochilou e o atacante teve frieza para marcar seu sexto gol na Série B do Campeonato Brasileiro.

O time adversário estava nervoso em campo, mas o Goiás não conseguiu se aproveitar disso. Pior ainda, o goleiro Marcelo Rangel cometeu pênalti infantil em Henan aos 25 minutos. Zé Love, ex-Goiás, bateu na gaveta e empatou a partida.

Na reta final, o jogo ficou franco e as duas equipes tiveram chances claras de gol. Aylon perdeu gol feito para o Goiás. Henan titubeou para o Figueira.
“Viemos em busca da vitória, tivemos chances para matar o jogo, mas não conseguimos. Tomamos um gol, agora é trabalhar para reverter essa situação jogando dentro de casa”, avaliou Carlos Eduardo.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.