Ana Kelly Martins Cardoso, 19 anos, uma das quatro vítimas da chacina que aconteceu no último sábado (8), no Morro do Mendanha, em Goiânia, foi velado e sepultado na manhã desta segunda-feira (10), no cemitério Jardim das Paineiras, em Araguaína (TO). A mãe da jovem, Maria Cícera Silva Cardoso, estava inconformada e contou que a filha que faria 20 anos hoje, deixou um filho de um ano.

De acordo com a mãe, Ana Kelly estava em Goiânia há dois meses acompanhando um avô que estava doente.

 

Entenda o caso
A jovem Ana Kelly foi encontrada morta ao lado de mais três jovens Rayane Kellry, de 16 anos, Sinara Monteiro da Costa, de 16 anos e Mylleide Morgana, de 19 anos no dia Internacional da Mulher. As quatro jovens foram assassinadas com um tiro na cabeça. A polícia de Goiás está investigando o caso.

Segundo o delegado Murilo Polati, responsável pelo caso, os relacionamentos amorosos mantidos pelas meninas pode ser a causa da chacina, já que todas elas tinham relacionamentos com homens que possuem relação com atividades ilícitas. Ainda de acordo com a polícia, mais de uma pessoa pode ter participado da chacina. 

 

Mais informações sobre o assunto você confere no site do Jornal do Tocantins.

1.493254