Cidades

Servidores entram de greve em Aparecida

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado de Goiás (Sintego), Regional Aparecida de Goiânia, deflagrou ontem, após assembleia, greve por tempo indeterminado dos servidores técnico-administrativos da educação municipal. Os trabalhadores reivindicam o plano de carreira da categoria, que está em estudo na Secretaria Municipal de Educação (SME) desde 2008. Os professores continuam trabalhando e, segundo a SME, todas as aulas ocorreram normalmente ontem. Já o presidente da regional do Sintego, Delson Vieira dos Santos, afirma que pelo menos 60% dos servidores aderiram ao movimento grevista, o que prejudicou as aulas no turno vespertino. O secretário municipal de Educação, Domingos Pereira, afirmou não ver razão para a greve, já que o plano de carreira continua sendo discutido e em andamento.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.