Cidades

Definidos novos permissionários

A Prefeitura de Goiânia realizou ontem o sorteio para as 350 novas permissões de táxi para a capital. Ao todo, mais de 1.600 pessoas concorreram no sorteio. Agora, a frota que pode operar na cidade chega a 1.820 veículos, uma média de 1 táxi para cada 733 habitantes. Até então, a média era de 1 carro para 907 habitantes. Estes novos táxis têm de iniciar a operação até o próximo mês de abril. A documentação e o veículo poderão ser entregues a partir da próxima sexta-feira. Há uma estimativa que entre 30 e 50 carros comecem a transitar ainda neste fim de ano.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) avalia que o número atual é suficiente para a cidade, mas haverá um estudo no próximo ano para verificar a possibilidade de incrementar a frota. As novas permissões sairiam do cadastro de reserva formado no sorteio de ontem. Não há, no entanto, um número fixo deste cadastro, o que vai ser definido a partir da quantidade necessária de veículos para a cidade.

Segundo o presidente do Sindicato dos Taxistas em Goiânia (Sinditaxi), Silone Antônio dos Santos, a categoria está satisfeita com o processo licitatório da Prefeitura. As permissões são válidas por 20 anos, prorrogáveis por mais 20 por decisão do órgão gestor. “A população de Goiânia vai ganhar muito com isso, pois vai aumentar a competitividade entre os taxistas e isso também faz com que as condições de trabalho melhorem”, afirma.

Os taxistas também gostaram da transparência do processo licitatório da Prefeitura, contemplando aqueles com melhor histórico no trânsito. Por outro lado, Santos estima que o número de táxis nas ruas ainda é pequeno para a demanda da capital. O cálculo do sindicato é que a cidade suportaria até 2 mil carros, restando ainda 180 permissões.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ