Cidades

Prefeitura de Goiânia vai recapear 14 ruas

Operação começou na semana passada na Avenida Feira de Santana, no Parque Amazônia, onde 4,3 km serão recuperados. Ação irá até setembro e englobará seis bairros

Sebastião Nogueira

Até setembro deste ano pelo menos 14 ruas e avenidas serão recapeadas. A primeira fase da operação que retira todo o asfalto antigo e coloca um novo começou em 4,3 quilômetros da Avenida Feira de Santana, no Parque Amazônia, desde o dia 12. Nesta sexta-feira (19/5), o trecho interditado ficava entre a Praça Francisco Alves de Liveira e a Avenida Transbrasiliana. A obra segue no final de semana. De lá, as equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) seguem para as Avenidas José de Morais e Transbrasiliana, cumprindo o planejamento para o bairro. A primeira terá asfalto novo em 4,8 quilômetros. A Avenida Transbrasiliana tem a melhoria em 650 metros apenas.

A Seinfra informou que optou-se por trocar o asfalto de 14 ruas e avenidas da capital por ser um serviço definitivo, que resolve o problema dos moradores da região, eficiência que não é encontrada em operações tapa-buracos, que têm efeito paliativo. A operação é feita com recursos próprios da Prefeitura de Goiânia e tem o objetivo de atender as principais reclamações da população. O prazo para a conclusão das obras é até a segunda semana de setembro deste ano.

Os 14 pontos escolhidos para a troca do asfalto não haviam sido contemplados em um projeto que aguarda votação no Senado para pedido de empréstimo junto ao Banco Andino para o recapeamento de mais de 600 ruas e avenidas de Goiânia. O projeto ainda não teria entrado na pauta de votação e não há previsão de quando isso vai acontecer, segundo informações da Seinfra.

Pela urgência na demanda, por causa da precariedade do asfalto nessas vias, a Prefeitura de Goiânia começou a operação. Segundo a Seinfra, não se sabe o valor gasto na obra, mas para asfaltar novamente esses 23 quilômetros de ruas e avenidas serão usados 18 mil toneladas de asfalto produzidas pela própria Prefeitura com máquinas, equipamentos e pessoal próprio.

Uma demanda urgente era, por exemplo, a da Avenida das Magnólias, no Parque Oeste Industrial, cuja obra começou na gestão passada e foi abandonada por falta de recursos. A reclamação dos moradores do bairro era constante. A obra será retomada depois que forem recapeadas as ruas previstas no Parque Amazônia e no Setor Pedro Ludovico (Veja a ordem de obras e as ruas no quadro ao lado).

Outra que tem grande número de reclamações na Seinfra é a linha de ônibus do Setor Chácara Samambaia. Parte dela nem tem asfalto. Serão recapeadas a Rua Carlota Joaquina e a Alameda Samambaia. A obra no setor será a última dessa operação e deve ocorrer já em setembro.

Os desvios no trânsito podem ser consultados no site www.goiania.go.gov.br.

Motoristas que passaram pelo Parque Amazônia essa semana foram surpreendidos com a interdição da Avenida Feira de Santana, onde agentes de trânsito orientavam o fluxo de veículos. Alguns pontos de congestionamento foram constatados em horários de pico.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) disse que, por se tratar de obra considerada rápida, a interdição nas ruas é feita apenas por agentes de trânsito apenas no período em que as máquinas estão no local.

Fique atento
Ruas e avenidas que serão recapeadas em Goiânia:

PARQUE AMAZÔNIA 
- Avenida Feira de Santana
- Avenida José de Morais 
- Avenida Transbrasiliana 

SETOR PEDRO LUDOVICO
- Avenida 5ª Radial 
- Rua 1056
- Alameda Couto Magalhães

PARQUE OESTE INDUSTRIAL
- Avenida das Magnólias
- Avenida Pirineus

RESIDENCIAL JUNQUEIRA
- Avenida Alfredo Nasser
- Avenida Natália Meireles
- Avenida Stefane Meireles

SETOR SOLAR VILLE
- Avenida Higinno Martins

CHÁCARA SAMAMBAIA
- Rua Carlota Joaquina
- Alameda Samambaia

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.